Univasf e Agência Municipal de Meio Ambiente detectam grande quantidade de coliformes fecais no rio São Francisco

O professor da Univasf Antonio Pereira Filho, em parceria com técnicos da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), detectaram uma grande quantidade de coliforme fecais no rio São Francisco, muito próxima do índice máximo permitido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente. O diagnóstico mostrou também que o elemento fósforo está presente nas águas do Velho Chico de forma excessiva. Combinado com os coliformes, ocasiona um aumento da produção de plantas aquáticas, sinal de que há poluição na água.

O estudo foi apresentado em Feria De Santana (BA) durante a segunda edição do Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambietal (COBESA), entre os dias 8 e 13 de julho.

 Blog do Banana

Deixe seu comentário