Seis planos de saúde terão reajuste máximo

Ao menos 1,5 milhão de beneficiários de seis convênios médicos terão reajuste de 7,93% em seus planos de saúde individuais e familiares.

O reajuste máximo autorizado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) será aplicado por seis das maiores operadoras de saúde: Amil, Unimed Paulistana, Greenline, Marítima, SulAmérica e Bradesco Saúde.

Outras empresas consultadas não se pronunciaram.

Nos casos de planos de saúde com aniversário entre maio e julho, o reajuste será retroativo, mas a cobrança deverá ser diluída.

Os contratos que vencem entre janeiro e abril só terão reajuste no ano que vem, já que a ANS autoriza a cobrança retroativa desde maio.

No total, 8 milhões de consumidores no país terão seus planos de saúde reajustados.

Fonte: UOL

Blog do Banana

Deixe seu comentário