Radialista é assassinado em Goiânia

O radialista Valério Luiz de Oliveira, 49, foi morto nesta quinta-feira (5) em frente à emissora de rádio em que trabalhava, em Goiânia. O comentarista esportivo da Rádio Jornal 820 AM foi atingido por sete tiros ao entrar em seu carro. Ele saía do local após apresentar um programa de rádio. Segundo a polícia, os disparos foram feitos por um homem em uma motocicleta, que fugiu na contramão.

A polícia ainda não esclareceu a motivação do crime. O delegado Paulo Roberto Tavares de Brito, da Delegacia de Homicídios, diz que a polícia suspeita de crime encomendado mas não descarta a hipótese de latrocínio. Segundo ele, porém, nenhum pertence da vítima foi levado.

O profissional trabalhava havia quatro anos na emissora como comentarista esportivo e na cobertura de jogos de futebol. Oliveira também trabalhava na PUC-TV de Goiânia havia cerca de seis meses.

O diretor de jornalismo da Rádio Jornal, Cassim Zaidem, pediu que as motivações do crime sejam investigadas. “Matar um profissional de imprensa é um absurdo. Se alguém tinha opinião contrária a dele poderia se manifestar no microfone.”

O velório está previsto para ocorrer no Cemitério Jardim das Palmeiras nesta sexta-feira (6). O horário do enterro ainda não foi definido.

O Sindicato dos Radialistas do Estado de Goiás e Tocantins emitiu nota em que lamentou a perda de “um grande comentarista esportivo”. Valério Luiz Oliveira era filho do também comentarista esportivo Mané de Oliveira.

Fonte: Magno Martins

Blog do Banana

Deixe seu comentário