Prefeitura de Petrolina conclui mais uma etapa no processo de licenciamento do novo aterro sanitário

A instalação da Central de Tratamento de Resíduos Sólidos em Petrolina foi o tema da audiência pública realizada na manhã dessa quarta-feira (04), no auditório do Sest/Senat. O encontrou reuniu diversas autoridades, a exemplo do diretor-presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Hélio Gurgel e do diretor-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente, Geraldo Junior.

 Segundo o diretor-presidente da CPRH, Hélio Gurgel, a audiência é um dos passos necessários ao processo de licenciamento do novo aterro de Petrolina. “Há uma política nacional que estabelece que até 2014 todos os antigos lixões, que são exatamente concentradores de vetores de doenças prejudiciais a saúde pública, sejam eliminados”, explicou.

 De acordo com o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Junior, a prefeitura de Petrolina está buscando solucionar situação do antigo lixão. “Essa é uma ação importante para Petrolina, que vai recuperar a área do entorno do antigo raso da Catarina, além de incentivar a o tratamento correto dos resíduos”, assegurou.

Ainda de acordo com o gestor da Agência de Meio Ambiente de Petrolina, o novo aterro tem previsão de início de atividade em três meses e funcionará numa área localizada a mais de 20 km da área urbana na BR 407. Além disso, a prefeitura de Petrolina transformará o antigo Raso da Catarina num parque na cidade.

Blog do Banana

 

Deixe seu comentário