Prefeitura de Petrolina beneficia mais 100 de pessoas com a entrega de óculos e aparelhos auditivos

Através do Centro Auditivo de Petrolina e do Projeto Olhar Brasil, o prefeito Julio Lossio entregou, na manhã de hoje (24), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, 120 aparelhos auditivos e 50 óculos, beneficiando 116 pessoas. Usuários do Sistema Único de Saúde que conquistaram o direito de ouvir e crianças que terão um melhor desempenho na escola. A solenidade contou com a presença dos secretários Municipais de Saúde, Lucia Giesta, e de Acessibilidade, Marcos Conceição, além de outras autoridades.

Os aparelhos auditivos são adquiridos através de uma parceria do Município com o Ministério da Saúde (MS) e são entregues gratuitamente aos usuários, após consultas especializadas e exames específicos capazes de identificar a existência e o grau da perda auditiva. Já o Projeto Olhar Brasil, desenvolvido a partir de uma portaria interministerial entre o MS e o Ministério da Educação, realiza o diagnóstico de problemas como hipermetropia, miopia e astigmatismo, que podem levar a baixa qualidade de visão e, consequentemente, ao baixo rendimento escolar das crianças. Em Petrolina, foram avaliados alunos de 14 escolas e as crianças identificadas com algum problema, receberam as lentes e a armação sem nenhum custo.

Durante a entrega, o prefeito Julio Lossio ressaltou o dever do poder público de promover o bem estar da população. “Esse é um direito de vocês, não é um favor. Nós estamos trabalhando para garantir que os direitos das pessoas cheguem a elas. É o que todo gestor público deve fazer”, enfatizou. A secretária municipal de Saúde, Lucia Giesta, complementou o prefeito, lembrando que ao dar às pessoas a oportunidade de ouvir e enxergar, o município promove a inclusão. “Ao entregar essas próteses auditivas e esses óculos, estamos incluindo as pessoas na sociedade. Cuidando para que os nossos idosos recuperem a comunicação com os seus familiares e que as nossas crianças e jovens possam aprender a ler e a escrever, ouvindo e enxergando bem. Com a inserção na escola, as crianças terão mais oportunidades no futuro”.

O secretário de Acessibilidade, Marcos Conceição, chamou a atenção dos presentes para o caso do garoto Rodrigo Kawan Cândido Alves, de 5 anos que tinha dificuldades para ir à escola, por não escutar. “Aos três anos, descobrimos que ele tinha uma dificuldade auditiva e já passamos por muito preconceito e também pela dificuldade para matricula-lo na escola por causa deficiência. Agora, eu quero que ele se desenvolva o máximo possível”, contou o pai de Rodrigo, Albertino Cândido da Silva. Esse também é o desejo da dona de casa Rosilene Gomes da Silva, que viu seu filho receber os óculos das mãos do prefeito. “Eu espero que meu filho melhore, para que ele possa estudar melhor e não seja prejudicado no futuro”, afirmou.

Com essa entrega, Petrolina chega ao número de 2.223 aparelhos distribuídos e 177 óculos distribuídos.

 

Texto: Eneida Trindade

Foto: Gilson Pereira

Blog do Banana

Deixe seu comentário