Por fim de tabu ou tetra, Corinthians e Santos fazem “clássico da vida”

Corinthians e Santos entram em campo nesta quarta-feira para realizar o mais importante confronto da história do clássico alvinegro paulista. No Estádio do Pacaembu, a partir das 22h (de Brasília), os dois arquirrivais decidem uma vaga na Copa Libertadores da América, em partida que pode trazer ou uma inédita classificação corintiana à decisão do torneio ou manter o time da Vila Belmiro vivo na briga pelo tetracampeonato.

“É o jogo mais importante da vida. Todos tivemos jogos importantes, mas a Libertadores é diferente para o Corinthians”, resumiu o lateral esquerdo Fábio Santos, do Corinthians, após treino realizado nesta terça-feira, no CT do Parque Ecológico.

Em busca da quebra do tabu de jamais ter alcançado uma final de Libertadores, o Corinthians terá uma baixa importante para o clássico desta quarta. O atacante Emerson cumprirá suspensão por cartão vermelho recebido no jogo de ida, na Vila Belmiro, quando a equipe visitante venceu por 1 a 0 e adquiriu importante vantagem para o jogo de volta.

Com isso, atacante Willian foi confirmado pelo técnico Tite no time titular em treino na segunda, e voltou a realizar atividade tática com o restante da equipe na terça. Ao lado dele, o técnico mandará a campo a seguinte formação: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Alex; Jorge Henrique, Danilo e Willian.

“Tem que ir para dentro, procurar o gol, procurar vencer“, disse o treinador. “O Corinthians pode administrar dez minutos finais. Não dá para administrar com um time como o Santos. É ser agressivo com a posse de bola, com uma marcação forte”, definiu o comandante corintiano. O clube do Parque São Jorge necessita de apenas um empate para se classificar.

Deixe seu comentário