Os olhos se voltam para a caprino-ovinocultura do Vale do São Francisco.

Grandes empreendimentos em andamento em Juazeiro, Curaçá e Casa Nova. Grupos de empresários de todo o Brasil e do exterior com intenção de iniciar atividades na nossa região. Essa é a hora e a vez da caprino-ovinocultura.

A Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Sertão do São Francisco – ACCOSSF, que agrega produtores de caprinos e ovinos da região do Vale do São Francisco, está à frente de várias ações que buscam apoiar o desenvolvimento da atividade na região, preocupando-se sempre com a visão de integração entre os elos que formam a cadeia da caprinovinocultura; não esquecendo a inclusão de projetos que venham a beneficiar o pequeno produtor, como é o caso da busca da implantação da caprinocultura leiteira, que terá como maioria do público alvo os pequenos criadores.

A ACCOSSF, preocupada com a grande seca pela qual a Bahia, como grande parte do Nordeste, está passando, vem buscando alternativas junto às autoridades governamentais e vem conseguindo êxito na representatividade do produtores. Uma intermediação desta entidade junto à SUAF –Superintendência de Agricultura Familiar, da Secretaria de Agricultura do Estado da Bahia – SEAGRI, resultou na assinatura de convênio para implantação de 02 hectare de Palma nas comunidades, com acompanhamento de assistes técnicos, com a intenção de multiplicar a cultura para os criadores das localidades. A palma é uma cultura de grande adaptação ao semi-árido, fonte de alguns nutrientes para os animais e utilizada como verdadeiro depósito de água, por ser a base da sua constituição.

Outra importante ação da ACCOSF, desta feita junto à CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento, é a disponibilização de milho para alimentação animal, nesse período de seca, a um preço bastante acessível. Se tomarmos como exemplo o preço da saca de milho praticado no Mercado do Produtor de Juazeiro, que é de aproximadamente 38 reais, sendo o milho vendido no comércio local a 42 reais, veremos a importância dessa ação, já que o milho será disponibilizado pelo preço local da CONAB, que é de 22 reais, a saca. A ACCOSSF é quem vai conveniar com o Governo para essa ação, ficando cada município responsável pela logística de transporte. A dificuldade do momento é a falta de armazéns/galpões credenciados pela CONAB, fato que está tentando-se resolver, procurando alternativas viáveis.

Outra maneira de ajudar o produtor nesse momento difícil, capitaneada pela ACCOSF, junto à SUAF, SEAGRI e CONAB é a aquisição antecipada de alimento, mais especificamente a carne caprina e ovina. Isto muito ajudará o produtor e o preço a ser praticado será de R$ 9,50 / Kg.

De 26 a 30 de abril, a ACCOSSF realizou a VI EXPOVALE 2012 e a XII NACIONAL BOHER, evento esse que trouxe para Juazeiro um grande número de criadores e empresários de todas as partes do Brasil. Logo na abertura do evento, o Secretário estadual da agricultura anunciou medidas emergenciais de implantação imediata, pois o mesmo neste momento participava de uma caravana que percorria toda a área da Bahia atingida pela seca, considerada como a maior dos últimos 27 anos. Com o andamento da Exposição foram comercializados um grande número de animais das raças Boher, Anglo Nubiano, Dorper, Santa Inês, entre outras. Além dessas vendas ocorridas diretamente nas baias, aconteceu um grande leilão de animais, organizado pela empresa Leilonorte, com obtenção de grande êxito nas vendas. Em dois dias da Exposição ocorreu o campeonato de raças, com a participação de um grande número de criadores, o que levou para a pista uma quantidade muito grande de animais, com destaque para a XII Exposição Nacional da Raça Boher, considerada de grande sucesso, tendo o presidente da Associação Nacional dessa raça declarado na imprensa que é chegado o momento dessa associação vir se instalar em Juazeiro, devido à grande quantidade de criadores de Boher concentrados aqui na região e por muitas situações favoráveis. Também dentro da EXPOVALE aconteceu a palestra intitulada “A Importância da Instalação de um Laticínio Especializado em Leite Caprino no Vale do São Francisco”, com o Professor Doutor Silvio Doria, vindo do estado de São Paulo para continuar as discussões sobre a instalação desse importante equipamento que será instalado em Juazeiro ou Casa Nova, e que dará o start à atividade da caprinocultura leiteira no Vale, de maneira a agregar os pequenos, médios e grande produtores de caprinos da região, onde, além do leite in natura, irá produzir diversos outros produtos derivados do leite caprino, como queijos variados, iogurte, licores, doces, entre outros produtos, com a intenção de iniciar os estudos para desenvolvimento de um queijo próprio do Vale.

Todos os comentários dos participantes e da imprensa foram sobre o sucesso deste evento. Todas as instituições que realizaram a VI EXPOVALE 2012 conjuntamente com a ACCOSSF tiveram sua parcela no êxito Da EXPOVALE..

Que a próxima venha a ser melhor ainda e que os produtores, de maneira geral, se esforcem para que o momento que a caprinovinocultura do vale está passando possa trazer benefícios duráveis e que os mesmos não possam ficar na dependência eterna dos órgãos do governo e das instituições, aproveitando a ACCOSF e o momento positivo para desenvolverem ações concretas que viabilizem a atividade.

Jucinei Martins é Engenheiro Agrônomo, formado pela Faculdade de Agronomia do Médio São Francisco – FAMESF, hoje DTCS – Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais, da UNEB – Universidade do Estado da Bahia.

Por Jucinei Martins (07/05/2012)

Blog do Banana

Deixe seu comentário