Odacy manda seu recado para o grupo de Fernando: “não vão me intimidar”

O grupo político de Fernando Bezerra está desesperado e com medo da candidatura de Odacy Amorim. A última empreitada do ministro foi pressionar o PP para deixar a base de Odacy e assim tentar fragilizar sua candidatura. Mas, o deputado pelo PT mandou seu recado: “não vão me intimidar”, disse Odacy durante entrevista coletiva realizada agora de manhã.

Odacy adiou a sua convenção para o próximo dia 28. Ele, durante a coletiva, ainda enfatizou que quem ganha eleições não é a coligação. “Não são grandes grupos que ganham as eleições, mas sim aquele candidato que o povo quiser eleger, seja ele integrante de uma grande chapa ou não”. Para Odacy, chapões com vários partidos, como o de Fernando Filho, pode ter dificuldade de governança. ” É difícil governar com muita na gente na base aliada, todo mundo quer alguma coisa”.

O deputado ainda considerou que o político que gasta muito em campanha corre sério risco de prejudicar sua própria administração. “Quem gasta muito em campanha tem dificuldade depois para governar porque tem várias preocupações da campanha, acertos de contas e então perde muito tempo ajeitando essas coisas”. Odacy Amorim ainda deixou a insinuação de quem o PSB tem cometidos atos de abuso econômico.

De acordo com o petista, já havia a garantia por parte da direção estadual do PP que a sigla caminharia junto com o PT em Petrolina. Porém, de repente as coisas mudaram e o PP foi para o grupo de Fernando Bezerra. Ao que tudo indica, a decisão pode ter partido do diretório nacional do Partido Progressista, comandada por ninguém menos que Paulo Malluf. Ao que parece, o mega corrupto paulista tem vendido seu partido para quem dá mais. Matéria publica nesse final de semana pelo jornal Folha de São Paulo diz que Malluf tem “leiloado” seu partido em São Paulo. Lá, a legenda deixou de apoiar Serra para se coligar a chapa do PT e PSB depois de receber uma secretária no ministério das Cidades, revelou a reportagem.

Blog do Banana

Deixe seu comentário