Obras eleitoreiras custam ao Ministério da Integração mais de 16 milhões em apenas 240 dias, sem saneamento básico

A Execução dos serviços de pavimentação das vias principais  do Núcleos Habitacionais dos perímetros Irrigados  Senador Nilo Coelho, Maria Tereza e Bebedouro, todos instalados em Petrolina, estão sendo administradas pela 3ª  Superintendência Regional da CODEVASF e vão custar aos cofres públicos R$ 16.394.869,89. Em apenas 240 dias, a obra está sendo executada pela empresa PAVISERVICE – Serviços de Pavimentação LTDA. Precisamos fazer uma reflexão: Mesmo a  pavimentação tendo recebido a licença ambiental da AMMA (Agência Municipal de Meio Ambiente),  as comunidades não vão ser contempladas com o saneamento básico, já que o municipio de Petrolina está na calha do rio São Francisco. O secretário Geraldo Júnior deveria ser mais cauteloso na hora de conceder as licenças ambientais.

Blog do Banana

 

Deixe seu comentário