Número de denúncias de abuso contra crianças cresce 43% em PE

Superintendente do Disque Denúncia, Carmela Gallindo. (Foto: Reprodução/Tv Globo)Desde que a apresentadora Xuxa revelou, no Fantástico, que sofria abusos sexuais na infância, o número de denúncias de casos semelhantes subiu 43% em Pernambuco segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS). Dados da SDS apontam também que o estado teve 298 casos de abuso contra crianças de um a doze anos em 2011 e, só nos primeiros quatro meses de 2012, já foram 285 ocorrências.

 Na região Agreste do estado, os casos já superaram o número do ano passado. Em 2011, foram feitas 45 denúncias, enquanto apenas de janeiro a abril deste ano, foram 47. Na grande maioria dos casos, os abusos são cometidos por pessoas próximas à vítima, segundo a superintendente do Disque Denúncia em Pernambuco, Carmela Galindo. “Em 63% dos casos, os agressores tem alguma proximidade com a criança, sendo que em 15% são os próprios pais e 8% outros parentes”, detalha a superintendente.

A artesã Rebeca Martins Soares foi abusada pelo próprio pai quando tinha apenas nove anos de idade e, mesmo 14 anos depois, não consegue esquecer o que aconteceu. “Todo mundo lembra do pai de uma forma boa. Quando lembro dele, lembro de raiva, de maldade. A palavra pai, para mim, significa horror, um terror na minha vida”, desabafa Rebeca.

Em casos assim, qualquer pessoa pode fazer uma denúncia para a polícia ou para o Conselho Tutelar. Outra opção é procurar o Disque Denúncia. “O artigo 213 diz que abuso é o constrangimento, por ameaça ou por violência, para prática de um ato libidinoso, ou seja, não é da vontade da vítima. E não é apenas a conjunção carnal, é apalpar, tocar, tudo que tenha esse cunho sexual”, explica a delegada da Mulher em Caruaru, Polyanne Farias.

No caso dos menos de 14 anos, a lei que se aplica é a 217 A do Código Penal, sendo ainda mais grave e considera como crime hediondo o abuso. “Os vulneráveis não têm o discernimento necessário para a prática do ato sexual”, explica a delegada.

 O Disque Denúncia atende pelo número (81) 3421-9595, para quem está na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata Norte, e no (81) 3719-4545 para o Agreste e Zona da Mata Sul. Não é preciso se identificar.

Fonte:G1 PE

Blog do Banana

Deixe seu comentário