Humanização no atendimento médico é ponto importante da reestruturação da Atenção Básica em Petrolina

Dando continuidade ao processo de reestruturação dos seus serviços de Atenção Básica à Saúde em Petrolina, a Secretaria Municipal de Saúde intensifica a qualificação de outro elemento do projeto que culmina na implantação das unidades de Atendimento Multiprofissional Especializado – AME Saúde da Família. Além de oferecer infraestrutura e equipamentos diferenciados, as unidades também agregam um sistema de atendimento acolhedor e humanizado, que abrange todos os braços da equipe de Estratégia em Saúde da Família.

Após o intenso trabalho de planejamento e reestruturação das unidades de saúde, a gestão municipal dirige o seu foco para a qualidade do atendimento. “Um sorriso de acolhimento e um desejo de bom dia são obrigação para quem serve a população”, destacou o prefeito Julio Lossio, ao lembrar o compromisso dos médicos e demais profissionais de saúde com a recepção e o atendimento ao usuário que busca ajuda no momento da doença e merece ser bem tratado.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Lucia Giesta, o município vem recebendo algumas queixas de usuários sobre o atendimento médico. “Estamos realizando uma pesquisa de satisfação com os usuários, pois queremos, além de oferecer a técnica (médica), acolher esses pacientes que comparecem às nossas unidades de saúde”, explicou a secretária, ressaltando que desde o início da gestão a prefeitura vem ampliando o número de médicos e orientando os profissionais no sentido de cuidar bem das pessoas.

Esse padrão de funcionamento das unidades AME Saúde da Família e a política de atendimento aos usuários vem despertando o interesse dos profissionais de saúde. Atraídos pela qualidade do serviço, um grupo de médicos, formados pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), visitou a Secretaria Municipal de Saúde nesta semana em busca da oportunidade de contribuir com os avanços que a cidade vem conquistando na gestão da saúde. “O município proporcionou a instalação da universidade e nós queremos retribuir a formação que recebemos. Isso é possível com a implantação das AMEs que oferece melhores condições de trabalho aos profissionais e possibilita um atendimento mais humanizado à população”, relatou a médica Marciliana Rodrigues.

Texto e Foto: Eneida Trindade

 Blog do Banana

Deixe seu comentário