Festa Solidária: Forró do Beco ajuda a manter trabalhos realizados pela APAMI

A participação da sociedade tem sido fundamental para a consolidação e ampliação das ações da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e a Infância (APAMI). Desde 1948 que ela traz benefícios para Petrolina e região. Milhares  de pessoas são atendidas todo mês. Há espaços para exames, consultas, cirurgias e até mesmo tratamento de câncer, com o Centro de Oncologia Dr. Muccini. Sem falar na creche Casa da Criança que recebe 300 alunos e mais de 600 esperam por uma vaga. Por isso, o forró do Beco, um evento já tradicional,  é fundamental para manter e ampliar as ações da APAMI.

A festa, cuja  renda é  revestida para as obras da Associação, acontece no
próximo dia 30 de maio no Iate Club, em Petrolina. Para alegrar os participantes,  os forrozeiros  Targino Gondim e  Gean Mota são algumas das atrações.

O trabalho com os mais diversos  parceiros é essencial para ampliar os serviços oferecidos pela APAMI. “Se dependêssemos somente dos recursos do SUS, não teríamos a metade da estrutura que temos hoje”, revela o diretor presidente a Associação, Dr. Augusto Coelho.

Através de parcerias que  Augusto e sua equipe sempre buscam,  a policlínica Izaias, para citar um exemplo, possui equipamentos que nenhum centro médico do interior de Pernambuco tem. São mais de 200 pessoas beneficiadas por dia, de vários lugares. Atender  pacientes de cidades distantes de grandes centros urbanos é uma meta da APAMI.

“As pessoas de outras cidades podem vir para que cá, serão muito bem recebidas”, garante Augusto Coelho.

A jovem Agricia Nunes, 18, esteve na Central de Diagnósticos da APAMI na manhã de ontem 16 para fazer um ultrassom. Grávida do primeiro filho,  ela disse que o local “é muito bom, fui muito bem recebida”.

Blog do Banana

Deixe seu comentário