Esquecendo o envolvimento do seu partido na Lava Jato, vereador Ronaldo Silva diz que vai soltar fogos quando Lula for preso

O vereador Ronaldo Silva, do PSDB de Petrolina, após um longo período calado após as inúmeras denúncias que envolveram diretamente a cúpula principal do seu partido, como o ex-presidente do PSB, senador Aécio Neves, voltou a atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Parecendo ter esquecido que Aécio e outros nomes tucanos poderão ser julgados e condenados diante pela Operação Lava Jato, Ronaldo foi à tribuna da Câmara na sessão desta quinta, 8, e soltou as conhecida acusações que costuma fazer contra o petista, dizendo que irá soltar fogos quando Lula preso.
“A Câmara estava de recesso e não pude comemorar antes a confirmação da condenação do ex-presidente de Lula. Mas voltamos aos trabalhos e e precisa usar a tribuna mostrar minha alegria com a condenação desse qu acho um dos maiores ladrões da política de nosso País. Vou comemorar e quando ele for preso, vou soltar fogos. O Brasil vai ficar feliz por ver ele preso pelos prejuízos que causou”, disparou o tucano que parece ter mesmo esquecido a situação dos colegas de sigla que estão na mira da justiça também.
Um homem presente na plateia para acompanhar a sessão, ao ouvir a fala de Silva contra Lula, defendeu o ex-presidente e disse que só pelas acusações ouvidas de Ronaldo contra o petista, iria se filiar ao PT. “Ele teve seus erros, mas foi um dos melhores presidentes do nosso País, por isso defendo Lula e vou me filiar ao PT”, frisou Gilvanildo Oliveira..
Deixe seu comentário