Docentes em greve fazem abraço simbólico da Faculdade de Direito

O cancelamento sem justificativa aparente da reunião entre representantes dos professores das universidades federais e dos Ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Educação, marcada para ontem, causou insatisfação em todo o País. Òs manifestantes vinculados à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que aderiram a greve nacional desde o último dia 17, promovem abraço simbólico no prédio do Centro de Ciências Jurídicas, na Boa Vista, área central da cidade, a partir das 10h de hoje 29.  A mobilização tem a finalidade de reforçar as reivindicações dos professores federais diante da sociedade.

“O abraço é um ato simbólico, que visa reafirmar nossa posição de defesa da educação pública. No domingo fizemos outra ação na orla da Praia de Boa Viagem, com panfletagem e caminhada. Percebemos que a recepção por parte da sociedade foi muito positiva. Foi uma oportunidade de conversar com as pessoas”, diz o professor do Centro de Educação da UFPE José Luiz Simões, que avalia o recuo do governo diante da reunião marcada para ontem de maneira positiva. “Acredito que o governo desmarcou o encontro porque ainda não tinha uma proposta definitiva para apresentar. Vejo que o cancelamento é uma maneira do Ministério do Planejamento obter mais tempo para elaborar proposta mais concreta”, diz o professor.

Deixe seu comentário