Denúncia: Comunitário diz que Codevasf faz jogo político na distribuição de lotes no Pontal Sul

O senhor Alonso Alencar de Souza, de Uruás, procurou o blog para denunciar uma suposta irregularidade cometida pela Codevasf.

De acordo com Alonso, há dezesseis anos ele foi desapropriado por causa da construção do Projeto Pontal do Sul. Na época, a Codevasf prometeu que ele receberia um lote para irrigar, não deu certo. Depois prometeram uma área de 50 hectares de sequeiro. Moral da história nem uma nem outra.

Hoje, ele foi  até a sede da estatal para saber como estavam os trabalhos de contemplação, se receberia seu pedaço de terra. Porém, diz que por lá não encontrou boas notícias.

Alonso revelou que os 141 lotes previstos para recompensar os ex-proprietários que estão na mesma situação que a sua já foram distribuídos. Não sobrou nenhum. Ele considera que não houve critérios claros nas doações. Para Alonso, é possível que esteja havendo jogo político por parte de políticos ligados a Codevasf e que, ao invés de colonos, serão empresários os responsáveis por explorar as terras dentro de um novo modelo defendido pelo Ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho e o Dep Federal Fernando Filho e pré-canidato a prefeito de Petrolina, as chamadas PPP- Parceria Pública Privado. Ele pode providências ao Ministério Público Federal para investigar as inrregularidades no processo de  seleção.

Blog do Banana

Blog do Banana

Deixe seu comentário