“Considero que os políticos tem 10% de culpa os outros 90% é da população”, disse José João em relação a situação política nacional

Estudioso e atento as causas políticas do Brasil, o redator do Jornal das Profecias, localizado em Lagoa do Barro do Piauí, José João da Silva, popular (José João), esteve em visita a Petrolina, no Sertão de Pernambuco, nesta terça (6), momento em que concedeu entrevista a reportagem deste Blog e falou sobre o cenário político do país dado a crise política e financeira.

Para José João, não adianta o povo brasileiro está indignado com a classe política e na hora de escolher os nossos representantes na urna, trocar o voto, por migalhas.

“É incompreensível, pois, enquanto você encontra um cidadão descendo a ripa nos políticos que eles não fazem o dever de casa, no dia da eleição, quando os candidatos oferecem R$ 20 ou R$ 30, algumas pessoas mudam de opinião e vendem seus votos. Na minha cidade, por exemplo, o prefeito está sendo processado por colocar morto para assinar recibos para roubar o dinheiro público”.

José João atribui a culpa da corrupção na política, a má escolha de cada cidadão que ainda não aprendeu a votar com consciência.

“Considero que os políticos tem 10% de culpa, os outros 90%, é da população. Não sei, se o cidadão que vota em um ‘canalha’ que compra o seu voto por migalhas pode ser chamado de eleitor. Se o povo que deseja de Deus a Salvação observasse na Bíblia, o Capítulo 17:15 de Provérbios pensaria diferente, pois, quem vende o voto é detestado por Deus, mas os falsos profetas não ensinam isso aos cristãos”, enumerou José João da Silva, ativista político que tem esperança na mudança da postura dos eleitores nas próximas eleições.

Deixe seu comentário