Comunidade da Vila Esperança comemora 1 ano de casa própria

https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/?ui=2&ik=403b48d72e&view=att&th=138154ca03ac8126&attid=0.5&disp=inline&realattid=f_h3rjq9c54&safe=1&zw&saduie=AG9B_P_5J6lnByqFyIMXW21Rmc5e&sadet=1340447314193&sads=tfINmJ0u3gv4BagxHJG0M9tDp3UA comunidade Vila Esperança em Petrolina comemorou com festa, nesta quinta-feira (21), um ano da entrega de 404 casas que fazem parte do Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. As habitações foram construídas através de um convênio entre o Governo Federal e a Prefeitura Municipal.

 “A obtenção da casa própria é uma das maiores conquistas da vida de uma pessoa”, explicou Dona Gracilda Rodrigues que foi contemplada com uma casa. “Antes morava de aluguel, por isso que hoje é um dia muito especial. Estamos comemorando um ano que estamos em nossas próprias casas. Muita gente aqui mal tinha onde morar e hoje todo mundo tem uma casinha decente”, afirmou Gracilda.

 Edinaldo Lima, ex-superintendente de habitação do município, foi convidado pela comunidade a participar da comemoração. “Há um ano estivemos aqui com o prefeito Julio Lossio, em um momento de muita felicidade ao entregar as chaves das casas dessas famílias. Passado um ano a comunidade se organizou para festejar esta data. Isso prova a alegria deles em terem conquistado suas moradias. Eu acredito que esta data deve ser todo ano comemorada porque foi uma conquista de todos aqui”, enaltece Edinaldo.

 Francisco Carvalho, mais conhecido como ‘Chico do Coco’, é presidente da associação de moradores da Vila esperança. Ele também foi beneficiado com a casa própria e conta que só aos 53 anos, graças ao programa, deixou de morar na casa dos pais. “O programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ oferece muita dignidade às pessoas, hoje todos moramos em casas descentes. Hoje também faz um ano que eu, minha esposa, uma filha e dois netos saímos da casa de meus pais. É maravilhoso termos nosso próprio lar”, comemorou Chico.

 Ivan lopes, vice-presidente do bairro conta que tem economizado bastante desde que sua esposa foi beneficiada pelo programa. “Eu antes pagava R$ 250 de aluguel e hoje pago pouco mais de R$ 70 na minha própria casa. Estou economizando e investindo no que é meu”, explicou Ivan.

O Conjunto Vila Esperança beneficiou mais de 400 famílias com renda que varia entre 1 e 3 salários mínimos. Em contrapartida ao benefício concedido pelo Programa, os contemplados pagam uma prestação mínima de R$ 50, e um valor máximo que pode comprometer 10% do orçamento familiar, em um prazo de dez anos.

Blog do Banana

Deixe seu comentário