Campanha para recolher lixo eletrônico começa neste sábado

A fim de criar alternativas de recolhimento do chamado “lixo tecnológico”, a Prefeitura do Recife, em parceria com a Gerdau e a Associação das Indústrias do Curado (Assinc), lança, no próximo sábado (09), a campanha de Coleta do Lixo Eletroeletrônico, que acontece às 10h, no Paço Alfândega, situado no Bairro do Recife. Pioneira no Nordeste, a iniciativa faz parte da programação municipal da Semana de Meio Ambiente.

 O encontro, que é aberto ao público, contará com a participação do secretário de Meio Ambiente, Marcílio Cumarú, representante da Comercial Gerdau, Eduardo Alves, Fernando Faustino, Pernambuco Verde Reverso e Francisco Saboya, presidente do Porto Digital. Na ocasião, o público poderá apreciar uma exposição de materiais reciclados do artista plástico Edson Azevedo.

 Segundo Marcílio Cumarú, a iniciativa pretende garantir um descarte correto para os materiais eletroeletrônicos inservíveis. “O destino do resíduo eletrônico para alguns cidadãos é incerto, e por isso, queremos oferecer para população diversos locais adequados de descarte dos objetos nocivos”, afirma o titular da pasta.

 A capital pernambucana contará com dois pontos de coleta de lixo eletrônico, um no Parque da Jaqueira (Zona Norte) e o outro no shopping Paço Alfândega (Centro). Nos lugares de arrecadação, dois contêineres ficarão disponíveis para o público depositar pilhas, baterias, celulares, computadores entre outros aparelhos.

 Após o recolhimento dos objetos, os materiais passarão por um processo de triagem, em seguida serão armazenados e quando atingirem um volume expressivo, destinados para as indústrias que produziram o mesmo material. “Realizamos o procedimento da logística reversa, ou seja, realizamos o recolhimento do objeto que foi produzido retornando como matéria-prima para as fábricas que o produziu”, explica Fernando Faustino, representante da Pernambuco Verde Reverso.

 A campanha segue até dezembro e a expectativa é de que sejam recolhidos entre 150 à 350kg de lixo eletrônico por dia.

 Fonte: Folha-PE

Blog do Banana

Deixe seu comentário