Aula inaugural abre ano de atividades do Programa Petrolina Cidadã

Centenas de jovens trabalhadores e profissionais participaram ontem (22) da aula inaugural dos cursos ministrados pelo Programa Municipal Petrolina Cidadã. A solenidade ocorreu no auditório do Senai, entidade conveniada à Prefeitura de Petrolina junto ao Sest/Senat que ministrará os cursos de soldador, armador de ferragem, pedreiro de alvenaria, eletricista de baixa tensão, mecânico de manutenção e instalação de aparelho de climatização e refrigeração e mecânico de manutenção de motocicletas.

As aulas serão iniciadas na próxima segunda-feira (28) para seis turmas, das quais quatro serão no próprio Senai em horários vespertinos e noturnos e no interior do município, nos distritos de Rajada e Pau Ferro como forma de também atender as comunidades mais distantes e facilitar a formação no interior. Os internos do Presídio Doutor Edvaldo Gomes também serão atendidos com o curso de pedreiro, as aulas ocorrerão no próprio presídio. Ao todo, o Senai atenderá, através do Programa, 12 cursos, iniciados gradativamente e beneficiando 240 pessoas em 2.440h de carga horária.

Entendendo a abertura proposta pela Prefeitura de Petrolina, os estudantes já inscritos nos primeiros cursos, a exemplo do pedreiro Denis Francisco da Silva, que foi o primeiro a fazer a inscrição no curso de pedreiro de alvenaria, e vê na oportunidade espaço para se firmar no mercado de trabalho, que se configura atualmente no Brasil como uma grande tendência e realidade que é a construção civil.

“Quando soube da oportunidade que o município estava abrindo me interessei logo e fui o primeiro a me inscrever pelo fato de acreditar na educação como porta para o mercado. A construção civil atualmente tem disposto do maior número de vagas também em Petrolina que não para de crescer e o curso, acredito, vai dar o máximo de conhecimento para me aprimorar como trabalhador e como pessoa”, afirmou Denis da Silva, com a mesma expectativa vivida pelos demais estudantes como Edimilson Pereira do Carmo que atualmente trabalha como vigilante particular e quer aproveitar o curso para se aprimorar como soldador.

Com a meta de inserir as famílias em situação de vulnerabilidade social em programas dos governos Municipal e Federal, a Prefeitura Municipal de Petrolina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), abrangendo ainda várias secretarias municipais, opera em sintonia com o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Instituto Federal de Ensino Superior Técnico (IFET), a Faculdade de Ciências Aplicadas de Petrolina (Facape) e entidades do Terceiro Setor.

Os cursos, com carga horária que varia de 160h a 300h, têm ainda como meta a formação de atitudes que contribuirão como incentivo à criação de novos micros empreendimentos de forma individual ou coletiva. “Estamos dispondo de cursos de qualidade com compromisso de aprendizado o que vai permitir aos estudantes que sejam profissionais liberais. Para o mercado de trabalho, hoje é preciso saber fazer e fazer bem feito e é isso que será oportunizado. Além disso, a Prefeitura também dispõe de crédito com baixa carência para quem precisar de materiais que podem ser financiados pelo Banco do Empreendedor”, expôs o prefeito Julio Lossio, lembrando que atualmente 60% do Produto Interno Brito (PIB) de Petrolina é gerado dos serviços.

Ainda acontecerão no decorrer do ano os cursos de assistente de atividade do lar, formação de babás, cabeleireiro, maquiagem, manicure e pedicure, flores emborrachadas, customização de camisetas, customização de sandálias, bordados diversos, corte e costura básico, confecção de peças íntimas, camareira e agentes de lazer.

Texto: Juciana Cavalcante

 Foto: Gilson Pereira

Blog do Banana

Deixe seu comentário