Antônio Campos entra com ação contra privatização do setor elétrico por Temer

O advogado Antonio Campos, irmão do falecido ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, ingressou com uma ação popular na Justiça Federal contra a Medida Provisória do governo Michel Temer que possibilita a privatização do sistema elétrico por meio da venda da Eletrobras e da Companhia Hidroelétrica do Nordeste (Chesf).

“Barbosa Lima Sobrinho, ex-governador de Pernambuco e ex-Presidente da ABI [Associação Brasileira de Imprensa] afirmou que toda vez que o Brasil está em crise ele se volta para a região entrecortada pelo Rio São Francisco, que é o Rio de Integração Nacional, para se inspirar e buscar as saídas da crise. A privatização da Eletrobras e de suas subsidiárias, inclusive a Chesf, tem profundas repercussões para o povo brasileiro e a sofrida região nordestina, com fortes reflexos no setor elétrico e no manejo das águas do Rio São Francisco que possui múltiplo uso”, afirmou Campos.

Campos ressaltou, ainda, que o ex-governador Miguel Arraes já havia alertado no passado para os riscos da privatização da Chesf e das hidrelétricas em atividade ao longo do Rio São Francisco. “Significam, na prática, a privatização do rio, o que pode gerar dano ambiental e econômico de graves consequências para região nordestina, que vive uma seca sazonal há mais de 80 anos, sendo que a última perdura 7 anos”; disse. (247)

Deixe seu comentário