Espaço do leitor

Caros amigos,

 Nos últimos dias, corre um boato em Petrolina que a candidatura de Fernando Bezerra Filho estaria em risco.

Sua performance, segundo o boato, nas pesquisas em poder do Palácio das Princesas, estaria aquem do desejado, figurando em 3º lugar. Para piorar a situação de Fernando Filho, ainda segundo as tais pesquisas (não foram divulgadas, é verdade…), o seu companheiro de partido e colega de parlamento, deputado federal Gonzaga Patriota, apareceria muito melhor nas amostragens.

Há de se desconfiar de que tudo isto seja verdade, pelo menos no que tange as movimentações dos socialistas para minar candidaturas, com o afã de atrair partidos para sua base.

A pressão para retirar o apoio do PP à candidatura majoritaária do PT, encabeçada pelo deputado estadual Odacy Amorim, além de se buscar na justiça o seu mandato, legitimado pelo povo, são gestos de quem está incomodado, de quem está em crise. Se o candidato do PSB à prefeitura de Petrolina estivesse “bem na fita”, por que iria se incomodar com o PT, cuja coligação hoje teria apenas o PP?

Imaginam que, retirando o PP da base do PT, a candidatura majoritária do Partido dos Trabalhadores morreria à míngua e, assim, poderiam ter o apoio petista, em nome da salvação da Frente Popular… Mas, esquecem, em seu afã de pressionar, que o PT é um partido orgânico, com militância aguerrida, com diretório formado pelo voto de seus filiados.

O PSB jamais dialogou com o PT sobre eleições 2012. Odacy Amorim, desde outubro de 2011, vem costurando sua candidatura, e teve apoio total do Diretório Municipal do PT. Todas as exigências foram cumpridas e aceitas. Enquanto o PSB patinava sobre quem seria seu candidato, Odacy Amorim era consolidado nas hostes petistas.

Sozinho… ou com algum partido, onde seus dirigentes não tenham medo de pressão, o PT terá candidatura própria em Petrolina, para as eleições de 2012.

Atenciosamente,

GILBERTO DE SOUZA PIRES

Secretário de Comunicação

PT – Petrolina

Blog do Banana

Deixe seu comentário